Imaginem

Imaginem que depois do primeiro mandato de Lula (~2006) tivéssemos Cristovam Buarque (PDT) como presidente, dando o todo aquele enfoque na educação que a Pátria Educadora deveria ter.

Imaginem a seguir (~2010) a Marina (então PV, atual Rede) trabalhando a sua bandeira da sustentabilidade preparando o Brasil pra crescer no Séc. XXI preservando o meio ambiente.

Imaginem qualquer um dos candidatos derrotados na última eleição (com exceção do escroto do Levy Fidelix e dos naniquinhos radicais que tenham Comunista ou Cristão no nome da sigla) levando o país a possibilidades diferentes do que temos hoje.

O PT não possui o monopólio da bondade, e o terrorismo (com isso sim ele tem grande habilidade histórica) não está mais enganando ninguém, além de quem faz questão de continuar sendo enganado.

Tchau, querida...

Tchau…

PS para amigos petralhas: Sim, eu sei que o vice-decorativo que VOCÊS elegeram é malvado e os amiguinhos dele também. Sempre votei contra o partido deles e se vocês ajudarem poderemos tirar todos com uma surra de democracia.

Tchau, querida. Abraços verde-amarelos.

Evandro Carreira

Morreu essa noite, aos 88 anos, o advogado e eterno “Senador” Evandro das Neves Carreira, meu tio-avô, que já nos anos 1970 levantava a bandeira da proteção do meio ambiente e do progresso sustentável da Amazônia.

Evandro das Neves Carreira - 24/08/1927 - 22/12/2015

Nas imagens um registro da época de sua atuação no Senado e uma foto recente naquele que era um de seus lugares preferidos, o Café do Pina.
Evandro das Neves Carreira – 24/08/1927 – 22/12/2015

Deixa 10 ex-esposas, filhos, netos e bisnetos, dezenas de livros e centenas de discursos.

E um bordão para o folclore político Amazonense:

“Teu voto é uma bomba (para acabar com a corruptocracia)!”

A seguir estão, dentre diversas outras, as homenagens de Arthur Virgílio Neto e Gaitano Antonaccio.

Poder e Alternância

Após os resultados das últimas eleições podemos ver que no Amazonas, onde um mesmo grupo se mantém no poder há 31 anos, independentemente de quem vença no segundo turno, este chegará a 35 anos. Em São Paulo, um mesmo partido chegou ao poder há 19 anos e recebeu a procuração popular para governar por 23 anos. Enquanto isso, parece que o Maranhão finalmente vai se livrar de um domínio familiar de 48 (!) anos.

A nossa ~jovem democracia~ é um ganho valioso e inquestionável, que deve ser defendido a todo custo. Ao mesmo tempo que também não pode ser corroído pela permanência de um mesmo partido ou grupo no poder por décadas a fio.

ARVE Error: id and provider shortcodes attributes are mandatory for old shortcodes. It is recommended to switch to new shortcodes that need only url

Quando o mesmo coletivo se estabelece no poder por muito tempo, suas decisões começam a se afastar da busca pelo desenvolvimento da esfera em que governam e passam a visar apenas a sua própria manutenção e permanência indefinida no poder.

Poder este travestido por um quê de paternalismo apoiado na frágil ameaça de que a mera e saudável alternância de poder implodiria todo o Estado. Quando na verdade desestabilizaria apenas e nem tanto assim, o partido. E é só com essa parte que estão preocupados. Oh horror! Oh horror!

Gilberto Mestrinho (esquerda) e Plínio Coelho (direita), caminham pela Rua Barroso, em frente à Biblioteca Pública, para depois seguir em direção ao Palácio Rio Negro onde seria feita a transmissão do cargo de governador do Amazonas, em 1959. Foto: Acervo Coelho Raposo.

Não se engane: defender a manutenção de tudo como está, sem espaço pra mudanças, não é ser progressista – é ser reacionário e conservador. Nenhum partido é detentor perene da capacidade de liderar o progresso.

E os partidos hoje parecem ser ainda mais megalomaníacos que o Partido de 1984, pois não lhes é suficiente apenas o poder pelo poder. Fazem questão da riqueza, do luxo, da vida longa e da felicidade só para si, também.

Aplicativo Políticos

Com uma ideia surgida da observação de experiências no exterior, e tendo em vista a importância do acesso às informações públicas a toda a população, o grupo Global Shapers Manaus tem o orgulho de apresentar o aplicativo Políticos.

Tela de abertura

Esse app gratuito reúne as principais formas de contato com os representantes dos poderes legislativo e executivo. Presidente, governadores, senadores, deputados federais e estaduais (estes primeiramente do Amazonas, porém serão acrescentados os de outros estados ao longo do ano) contam com seus nomes, fotos, emails e telefones do gabinete, além das contas de Twitter e Facebook.

O objetivo é facilitar o acesso da população aos seus representantes fornecendo as formas de contato, para que se possa cobrar diretamente de quem tem o dever de trabalhar em benefício do povo. Além disso, é possível também atribuir uma nota positiva ou negativa à pessoa, gerando assim uma perspectiva interessante da percepção dos usuários sobre o trabalho de cada político.

Busca específica por partidos ou estados

O aplicativo será atualizado constantemente para correção de bugs e dados, além da inclusão de novas informações. Baixe agora Políticos, o app democrático, para o seu dispositivo com iOS ou Android. Resenhas, sugestões e pedidos de uma versão para Windows Phone são bem vindas.

 

Comandante Chávez

No fim da tarde de 05 de Março de 2013, à sombra dos 60 anos da morte de seu ídolo Josef Stalin, morreu Hugo Chávez, presidente da Venezuela por pouco mais de 14 anos.

O Comandante Chávez lutava há mais de 2 anos contra um câncer, tendo realizado algumas cirurgias e procedimentos de recuperação (inclusive no Brasil). Após o regresso de Cuba, onde havia feito seu último procedimento, sofreu uma forte infecção respiratória no Hospital Militar de Caracas e não resistiu.

É uma pena a perda de um líder como Chávez. Ele merecia viver pra ver a Venezuela ser desenvolvida e próspera como ela tem potencial de ser quando finalmente for bem governada.

Comandante Chávez

Descanse en paz Comandante.

PS: Menções aos termos reaça, Partido da Imprensa Golpista (PIG) ou até mesmo PeTralha invalidam quaisquer argumentos e causam bloqueios sumários.

Ronda nas Estrelas

Essa semana fui deixar minha mãe no aeroporto e me deparei com uma cena curiosa. Um veículo do Programa Ronda nos Bairros estava estrategicamente posicionado em um canto do estacionamento, acompanhando toda a movimentação ao redor com sua câmera em high-definition posicionada para o… ESPAÇO.

Ronda nas Estrelas

Foi então que percebi o quanto a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas está na vanguarda em relação ao resto do Programa Espacial Brasileiro. Como podemos ver nos jornais (aqui e aqui – e aqui também), enquanto os cientistas de Alcântara e da Barreira do Inferno estão lutando para colocar algum satélite brasileiro em órbita, e os pesquisadores do nosso querido SIPAM estão tentando prever quando teremos o próximo furacão baré pelo menos uns 15 minutos antes do desastre, as centenas de veículos do Programa Ronda nos Bairros já estão cuidando da segurança espacial do Amazonas.

Tudo isso usando apenas 250 milhões de Reais de orçamento. Comparativamente um programa de exploração espacial da NASA como o Mars Science Laboratory, de que faz parte o veículo Curiosity, que está explorando o solo marciano, está custando 2,5 bilhões de Dólares aos cofres públicos estadunidenses. Isso é 20 vezes mais do que o Governo do Amazonas está investindo na segurança do espaço aéreo de Manaus (e futuramente das principais cidades do estado).

Agora tornando a falar sério, o Programa Ronda nos Bairros (nome este que nada mais é que um slogan de uma estratégia de atuação que deveria ser o padrão desde sempre), merece o nosso reconhecimento, caso os índices de criminalidade na capital estejam, de fato, reduzindo, posto o fato de que, conforme relatório da ONG Consejo Ciudadano para la Seguridad Pública y Justicia Penal A.C., Manaus figura como a 26ª cidade mais perigosa do mundo.

E utilizar as câmeras corretamente, seguindo as instruções da Secretaria de Segurança Pública, que são de posicionar a câmera sempre à frente para que se possa registrar adequadamente as abordagens e até mesmo o trânsito, dados estes que auxiliam o trabalho do CIOPS, é um procedimento importante no trabalho de redução desses índices. Ou pelo menos de fazer valer o maior investimento em infraestrutura de segurança já realizado pelo Governo do Estado.

Da nossa parte, resta denunciar e cobrar o procedimento correto. Os telefones da Corregedoria Geral do Sistema de Segurança Pública são 3216-3775 e 3216-3776, e o email é corregedoriageral@ssp.am.gov.br .

Por que eu voto Rodrigo Araújo?

Porque ele vai buscar a redução do número de vereadores, assessores e regalias dos parlamentares. Isso significa menos gastos de dinheiro público, que poderá ser revertido em melhorias efetivas em outras áreas, como por exemplo, na infraestrutura da cidade.

ARVE Error: id and provider shortcodes attributes are mandatory for old shortcodes. It is recommended to switch to new shortcodes that need only url

Porque ele vai lutar pela redução do crescimento lateral de Manaus, possibilitando assim uma organização mais efetiva da cidade, ao contrário do que aconteceu nas últimas décadas em que sempre se correu atrás de consertar os lugares já invadidos e mal planejados.

ARVE Error: id and provider shortcodes attributes are mandatory for old shortcodes. It is recommended to switch to new shortcodes that need only url

Porque ele tem boas ideias para melhorar a mobilidade urbana para carros, bicicletas, pedestres, tanto para os moradores da cidade, quanto para os turistas.

ARVE Error: id and provider shortcodes attributes are mandatory for old shortcodes. It is recommended to switch to new shortcodes that need only url

Porque enquanto uns sentam com o governador e com a presidenta, outros não tem onde sentar para esperar o ônibus, e ele quer trabalhar para mudar isso.

ARVE Error: id and provider shortcodes attributes are mandatory for old shortcodes. It is recommended to switch to new shortcodes that need only url

Ah! Você não anda de ônibus? Eu também não! Mas se o sistema de transporte público funcionar bem, menos gente vai precisar usar carros particulares e o trânsito vai fluir melhor. Se existirem leis definindo padrões de asfalto e calçamento, com penalidades a quem agir em desconformidade com isso, a prefeitura vai gastar menos “tapando buraco” no futuro (aliás, “tapar buraco” deveria ser proibido por lei). Se existirem leis efetivas definindo a forma como a cidade vai se desenvolver e coibindo as invasões com punições mais severas e efetivas, Manaus terá a chance de ser uma cidade mais organizada. Vai me dizer que você já participou de algum debate sobre o Plano Diretor?

Entretanto, se existirem mais leis como a que cria o Dia Municipal do Profissional de Moto-Táxi em vez de uma lei que de fato regulamente e delimite as áreas de atuação dessa profissão, a cidade vai continuar tendo os mesmos problemas que tem hoje e provavelmente outros que ainda estão por vir. E continuar votando nos idealizadores da Taxa do Lixo e outras coisas geniais como a da lei que citei há pouco é como escolher o Fernandinho Beira Mar para Ministro da Justiça.

Aí estão as propostas, aí está a oportunidade de alçar ao Poder Legislativo Municipal uma pessoa jovem, íntegra, com boas ideias, com compromisso público de agir e cobrar mudanças em benefício de todos e a capacidade de contribuir para que tenhamos uma cidade melhor. Aí está o Rodrigo Araújo, 40.789 sim senhor!

Ciclos

A Holanda é referência mundial no uso de bicicletas como meio de transporte. Mas os neerlandeses não chegaram a esse patamar da noite para o dia. Foram anos de transformações e mudanças, positivas e negativas, impulsionadas tanto pela economia e política, quanto pelo clamor popular. Abaixo compartilho um pequeno documentário sobre como se deu este processo.

ARVE Error: id and provider shortcodes attributes are mandatory for old shortcodes. It is recommended to switch to new shortcodes that need only url

Agora vejam as propostas dos candidatos à prefeitura de Manaus para o trânsito e transporte público e imaginem quanto tempo ainda levaremos até a cidade passar por mudanças semelhantes.

Dica de leitura: A psicóloga Luciana Jacob passou alguns meses morando Utrecht, na Holanda, e contou em seu blog sobre as experiências que teve por lá.

Internet e as Eleições

Costumo dizer que o Twitter mudou minha vida. Por diversos motivos. O Twitter foi a ferramenta que permitiu que eu socializasse com gente que por outros meios eu dificilmente conheceria.

As redes sociais não apenas me deram 1 hora de graça no boliche, 3 CDs, 1 Blu-ray, 5 vale-compras da Bemol e um sanduiche no 80s Burger. As pessoas que eu conheci trocando mensagens de 140 letrinhas ajudaram, desde chegar ao meu destino sem pegar um engarrafamento a direcionar algumas das minhas escolhas educacionais e profissionais.

Dentre os projetos que me envolvi por causa o Twitter, o Trânsito Manaus, que há 3 anos informa diariamente o trânsito muito lento nos dois sentidos de todas as avenidas da cidade, além dos itinerários intinerantes de ônibus, possibilitou uma experiência política que eu, que desde pequeno sempre gostei de prestar atenção nas campanhas eleitorais, nunca poderia imaginar.

Com a exposição que o TM conquistou ao longo dos anos, conseguimos, contatando os comitês dos candidatos à prefeitura de Manaus, realizar entrevistas com cada um deles para tratar exclusivamente das questões de trânsito e transporte.

Grupos como o Trânsito Manaus, e outros, como o PedalaManaus.org, do Ricardo “Saci” Braga, e o Manauara.org, da Cynthia Blink, mostram uma mudança interessante pela qual estamos passando. Jovens com algum poder de mobilização através da Internet tendo acesso direto aos atuais e futuros integrantes do executivo (e do legislativo também).

Fazendo a interseção entre Política e Internet

Não sou ingênuo de achar que os políticos estão abrindo as portas e associando-se à imagem dessas iniciativas, cheios de sorrisos e apertos de mão, por simples, pura e imaculada brothagem. Nem acho que o acesso aos dirigentes da coisa pública deveria dar-se tão somente pela da ação de grandes grupos organizados e com alguma evidência e poder de mobilização, e não por um único e humilde cidadão.

Existe, claro, a busca por evidenciarem sua atuação em canais de comunicação com as novas gerações, talvez até mesmo estabelecer cabos eleitorais, o que não é o caso do TM, nem acredito ser dos outros que citei acima.

O que eu acho fantástico é o grau de importância dado por (pelo menos alguns) candidatos a essas ferramentas estar se assemelhando, cada vez mais, ao dado a grandes grupos da “velha mídia”, como jornais impressos, rádio e TV, justamente devido às mudanças e possibilidades que elas estão gerando.

Enquanto até poucos anos atrás os candidatos eram figuras distantes que nós éramos obrigados a escolher observando 30 segundos de sorrisos artificialmente manipulados num comercial de televisão, e dependíamos unicamente dos debates da TV para conhecer a capacidade argumentativa e o embate de propostas dos candidatos, agora eu tive a oportunidade de estar cara a cara com cada um deles, perguntar e ouvir as suas respostas sem direito a script e photoshop. Pauderney, Arthur, Navarro, Serafim, Henrique, Jerônimo, Herbert, Vanessa e Sabino.

Ainda fizemos muito pouco, mas acredito que as possibilidades interação e de cobrança do poder público ainda vão crescer e devolver uma parcela do poder que sempre foi do povo, de volta às mãos do povo, graças à Internet. Sou idealista demais?

Uma Cidade Melhor

Com a aproximação do fim do prazo para apresentação das candidaturas, muitos partidos deixaram para a última hora o anúncio de suas chapas, causando uma situação conturbada nos últimos dias. Baixada a poeira das pré-candidaturas, temos um cenário curioso.

A maior surpresa até o momento foi o fato de Amazonino Mendes (PDT) ter mantido estritamente, pela primeira vez na história moderna, a sua palavra, não saindo, conforme vinha anunciando há vários meses, candidato à re-eleição. Inclusive emendou com sagacidade ao dizer, durante a convenção de seu partido, que não apoiará ninguém para não se arrepender posteriormente.

Fomos ainda agraciados com pérolas como “fica a tristeza de que a politicagem tenha tomado conta de tudo” e “hoje tudo é feito nos bastidores“, conforme lamentou o prefeito que há dois meses atrás disse ter atuado nos mesmos bastidores para extinguir/transformar a Águas do Amazonas, resultando na doação do PROAMA e na criação da Manaus Ambiental.

Devir

Após a desistência da candidatura à prefeitura de Manaus pela deputada federal Rebecca Garcia (PP), que havia sido lançada por seu partido no dia anterior, tendo o vereador Marcel Alexandre (PMDB) como vice e o apoio do governador Omar Aziz (PSD) e do senador Eduardo Braga (PMDB), a deputada tornou pública uma carta onde, kekos à parte, alegava motivos pessoais e socio-políticos para sua desistência, tais como perseguições até mesmo internas de seu partido.

Em seu lugar, o grupo político ora composto por Braga e Aziz, com a impressão de ter deixado para resolver tudo aos 45 minutos do 2º tempo, indicou a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) para concorrer à prefeitura, tendo ainda, por indicação da direção nacional do PT, Vital Melo como vice. Curiosamente, ao ausentar-se da cadeira de senadora do Amazonas, Vanessa dá lugar a seu 1º suplente, Francisco Garcia (PP), pai da deputada Rebecca, anteriormente apoiada pelo grupo para concorrer a este pleito.

O diplomata Arthur Virgílio Neto (PSDB) tenta retornar, 20 anos depois, ao cargo de prefeito, o qual já ocupou por um polêmico mandato de 4 anos para o qual não obteve re-eleição. Em sua companhia, o vereador Hissa Abraão (PPS) e sua inseparável camisa amarela. Durante a convenção para formação da chapa, Arthur pediu desculpas por erros de sua administração anterior, constantemente lembrada pelo tratamento que deu aos camelôs, e prometeu, desta vez, transformá-los em micro-empresários.

O ex-prefeito Serafim Corrêa e o deputado estadual Marcelo Ramos foram os primeiros a oficializar suas candidaturas a prefeito e vice na convenção do PSB, em 23 de Junho, formando uma chapa puro-sangue que já estava definida desde Fevereiro. O deputado federal Pauderney Avelino (DEM) foi apresentado ao lado de Ivo de Assis (PRB), bispo da Igreja Universal, como candidato a prefeito e vice. Oh glória.

Há ainda Henrique Oliveira (PR), recentemente retornado, por força de liminar que suspendeu sua condenação por ter omitido no registro de sua candidatura que era servidor concursado da Justiça Eleitoral, à cadeira de deputado federal, que foi apresentado pela chapa formada entre seu partido e PTdoB, PS e PSC, junto de Wilson Volter (PR). Henrique, que já foi o vereador mais votado de Manaus no pleito de 2008, seja lá de que povo ele esteja falando, disse que seu nome é o único com apelo popular. Dentre os nomes mais conhecidos, ele tem o apoio do senador Alfredo Nascimento (PR).

Foram confirmadas também as candidaturas de Herbert Amazonas (PSTU), tendo Ivete Egas (PSTU) como vice. O PMN lançou o nome do engenheiro Jerônimo Maranhão com apoio do secretário-geral do partido, Rodrigo Frota, como vice. Luís Navarro (PCB), que teve as contas do pleito de 2010 reprovadas, acabou ficando de fora.

Postas as devidas observações quanto ao próximo pleito que dar-se-á nesta cidade em 2012, resta a nós buscar, dentro destas ilibadas opções, qual será a mais capacitada em gerir a cidade, sem depender de favores e sem agir antes de devida reflexão e análise, perante as necessidades que Manaus possui.

Por fim, deixo o vídeo editado por Márcos César, que exibe com sublime ironia, ao satirizar comercial da prefeitura, algumas das mazelas com que o próximo administrador municipal deverá arcar.

ARVE Error: id and provider shortcodes attributes are mandatory for old shortcodes. It is recommended to switch to new shortcodes that need only url

**********

Atualização em 02/07/2012.

Eis que subitamente aparece mais um personagem nesta insólita disputa.

Sabino Castelo Branco (PTB), cassado pelo TRE, posteriormente inocentado, mas mantido inelegível pelo TRE, depois tranquilizado pelos efeitos suspensivos dos embargos de declaração, atormentado após ter seu caso levado ao TSE com um recurso do MPE, perdendo sua cadeira de deputado federal para o suplente Luís Fernando Nicolau – pai do presidente da ALE-AM, Ricardo Nicolau – e por fim, aliviado pelo efeito suspensivo do recurso para o qual o ministro Dias Toffoli concedeu liminar, apresentou sua candidatura à prefeitura, que conta com o empresário Cícero Lima (PSDC) como vice.

E chegamos, então, à marca de 8 opções.

**********

Referências
Amazonino confirma que não será candidato à reeleição
Rebecca desiste de candidatura à Prefeitura de Manaus
Vanessa Grazziotin será candidata à Prefeitura de Manaus
Arthur Neto e Hissa oficializam chapa em convenção
PSB e PCdoB realizam convenções neste sábado para definir candidaturas
Pauderney lança chapa e vice é bispo da Universal
Henrique Oliveira é mais um nome a confirmar candidatura
PSB, PCdoB e PSTU oficializam candidaturas para as eleições municipais de 2012
PMN confirma a candidatura de Jerônimo Maranhão em Manaus

Categorias

Passado

  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
  • 2008
  • 2007

 

Seguir

Receba atualizações do blog na sua caixa de entrada.

Basta inserir seu email