Ética dos Óculos Escuros

Desde que fiz a cirurgia para correção de vista e deixei de usar óculos de grau, enfrentei situações onde me perguntava se seria adequado ou não utilizar óculos escuros. Em especial depois que um colega de trabalho perguntou que sol eu tinha visto naquele dia nublado. Por 11 anos usei óculos de grau, dia e noite, tirando apenas para dormir e tomar banho. Por vezes, antes de dormir, ainda procuro por óculos para tirar do rosto.

Óculos aposentados

No primeiro fim de semana depois da cirurgia que corrigiu totalmente o meu problema, procurei uma pimentosa loja de óculos da cidade, onde fui atendido pela Amy Winehouse, ou coisa parecida, e comprei minha segunda unidade de óculos escuros. Tinha outros antigos, mas já ficavam apertados e eram surfistas demais pra usar no dia-a-dia.

Procurei nas Interwebs por dicas de etiqueta ou ética dos óculos escuros, pra não sair por aí bancando o David Assayag ou Steve Wonder e, após passar por alguns blogs e páginas do Yahoo! Respostas, resolvi fazer eu mesmo um simples manual pessoal, que pode ajudar outros que também iniciaram há pouco o uso deste utensílio.

**********

Você sabia que: os raios ultravioletas são divididos em três tipos, dentro do escopo dos efeitos que provocam à saúde humana? Os UV-A (compostos por ondas de 400-320nm) chegam em sua totalidade à superfície terrestre, os UV-B (320-280nm) são parcialmente absorvidos pela atmosfera e os UV-C (280-100nm) são totalmente absorvidos pelo oxigênio e ozônio terrestres. Por isso os comerciais de óculos escuros dão ênfase apenas aos dois primeiros tipos. Fonte: Wikipedia.

**********

A não ser que você use óculos de grau como eu usava, e nesse caso seria interessante procurar por aquelas lentes conhecidas como transition, que escurecem ao contato com luz forte, é imprescindível ter ao menos uma unidade de óculos escuros para usar sempre que sair de casa, de preferência com lentes polarizadas, que são mais potentes que as lentes tradicionais e causam um efeito psicodélico sempre que você olhar para monitores e vidros com insul-film.

Entretanto não vou me aprofundar nessa seara de que tipo de óculos você deve usar, pois não sou oftalmologista, nem a Glória Kalil. Apenas certifique-se de estar protegido dos raios ultraviolentos. E usei o termo “unidade de óculos escuros” por motivos de: estou tentando evitar erros gramaticais com essa palavra que é plural, mesmo no singular.

Error 404: Gloria Kalil not found

As regras, ou melhor, as dicas que venho elencando ao longo dos últimos meses são, basicamente:

USAR

  • De dia;
  • Lugares abertos;
  • Lugares fechados, porém com incidência direta de sol ou de intensa claridade;
  • Recomendação médica.

EVITAR

  • Dias nublados;
  • Ao conversar com alguém.

NÃO USAR

  • De noite;
  • Lugares fechados, sem incidência de sol ou intensa claridade, inclusive na balada (não seja babaca).

Por fim, você dificilmente vai encontrar óculos escuros que prestem por menos de 3 dígitos, mas qualquer coisa acima de 3 dígitos que tenha apenas a função de proteger seus olhos dos raios ultravioletas é sacanagem. Entretanto, este texto poderá ser complementado após eventual popularização do Google Glass. Dê o play com 720p e em tela cheia.

ARVE Error: id and provider shortcodes attributes are mandatory for old shortcodes. It is recommended to switch to new shortcodes that need only url

Categorias

Passado

  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
  • 2008
  • 2007
Seguir

Receba atualizações do blog na sua caixa de entrada.

Basta inserir seu email