1984

Trecho de 1984, livro de George Orwell.

Desde mais ou menos aquela época, a guerra fora literalmente contínua, embora, a rigor, não fosse sempre a mesma guerra. Durante vários meses, durante a meninice de Winston, houvera confusas lutas de rua na própria Londres, e de algumas ele se recordava vivamente. Mas seguir a história de todo o período, dizer quem lutava, contra quem, em determinado momento seria absolutamente impossível, já que nenhum registro escrito, nem nenhuma palavras oral, jamais faziam menção a outro alinhamento de forçar, diferente do atual. Naquele momento, por exemplo, em 1984, se é que era 1984, a Oceania estava em guerra com a Eurásia e estava em guerra com a Lestásia. Em nenhuma manifestação pública ou particular, se admitia jamais que as três potências se tivessem agrupado diferentemente.

Na verdade, como Winston se recordava muito bem, fazia apenas 4 anos que a Oceania estivera em guerra com a Lestásia, e em aliança com a Eurásia. Isso porém, não passava de um naco de conhecimento furtivo, que ele possuía porque sua memória não era satisfatoriamente controlada. Oficialmente a mudança de aliados jamais tivera lugar. A Oceania estava em guerra com a Eurásia, portanto a Oceania sempre estivera em guerra com a Eurásia. O inimigo do momento representava o mal absoluto. Daí decorrendo a possibilidade de qualquer acordo passado ou futuro com ele.

Grande Irmão

O espantoso, refletiu pela milésima vez, era que poderia mesmo ser verdade, uma vez que o partido tinha o poder de agarrar o passado e dizer que este ou aquele acontecimento nunca se verificou. O artigo dizia que a Oceania jamais havia sido aliada da Eurásia. Winston Smith sabia que a Oceania fora aliada da Eurásia. Onde, porém, existia esse conhecimento. Apenas em sua consciência, o que, em em todo caso, deveria ser logo aniquilada. E se todos os outros aceitassem a mentira imposta pelo partido? Se todos os registros dissessem a mesma coisa? Então a mentira se transformava em história, em verdade.

“Quem controla o passado, controla o futuro.” – dizia o lema do partido – “Quem controla o presente, controla o passado.”

E, no entanto, o passado, com um tanto de natureza alterável, nunca fora alterado.  O que agora era verdade, era verdade do sempre ao sempre. Era bem simples. Bastava apenas uma série infinda de vitórias sobre a memória. Controle da realidade, chamava-se. Ou, em novilíngua, duplipensar.

LeiaViolência ou castigo?, post de Ismael Benigno Neto n’O Malfazejo.

PS: E obrigado à Aline Nóbile, por ter me incentivado a ler o livro.

About Steven Castro Conte

Eu sou um aprendiz.

5 responses to “1984

  1. Aline Nóbile
    Usando Mozilla Firefox Mozilla Firefox 16.0 em um Windows Windows 7

    Fico muito feliz que você tenha gostado, mas eu não te incentivei, TE ENCHI O SACO, usando suas palavras.

    Esse livro muda completamente a visão do mundo do leitor. É perigoso, até. Mas necessário.

    É o perigo que nos faz sentir vivos, (in)felizmente.

    Leitura que tem que ser atualizada sempre. São muitos pormenores escapáveis.

  2. Aline Nóbile
    Usando Mozilla Firefox Mozilla Firefox 16.0 em um Windows Windows 7

    PS: Será que alguém vai entender a crítica à política no Amazonas que você quis fazer transcrevendo essa parte de texto?!

  3. Nayara Caldas
    Usando Mozilla Firefox Mozilla Firefox 16.0 em um Windows Windows 7

    Ao menos no municipio de Parintins pode se dizem que “em partes” tivemos êxito.
    Afinal, “Quem controlava o passado, não controlorá mais o futuro”

    Parabéns pelo artigo, em breve vou ler o livro.

    Abraços…ツ

  4. Usando Mozilla Firefox Mozilla Firefox 16.0 em um Windows Windows 7

    Recomendo que ouça o Nerdcast 229, lançado na última sexta-feira pelo site http://www.jovemnerd.com.br . O podcast apresenta uma breve biografia de George Orwell, bem como uma análise dos aspectos mais profundos do livro.

  5. Pingback: Estive Dirigindo #08 - (Dr.) Conte

O que você pensa sobre isso?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Passado

  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
  • 2008
  • 2007
Seguir

Receba atualizações do blog na sua caixa de entrada.

Basta inserir seu email